Técnico responsável - Cássio G. Corrêa

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Como todos esperavam, Apple lança iPhone 5S com leitor de impressão digital

Hoje a Apple anunciou a nova linha de iPhones composta pelo iPhone 5s e o iPhone 5c (assim mesmo, com letras minúsculas), em um evento que confirmou todos os rumores que já vinham sendo divulgados e discutidos desde o primeiro semestre, algo que tem se tornado regra na história recente de lançamentos da empresa. Mas, nem por isso as novidades deixam de empolgar.
Sob o ponto de vista de design, ele não apresenta grandes mudanças, a não ser o botão frontal, que não tem mais a linha simulando o formato de um aplicativo. Ele é limpo, reto, e tem ao seu redor a argola da grande novidade do aparelho que é o leitor de impressão digital, chamado Touch ID. Ele fica ao redor do botão frontal do aparelho, e é uma tecnologia que irá ajudar ainda mais a manter o iPhone seguro.

Touch ID

O que era rumor, foi confirmado. Sob o botão frontal existe um sensor capacitivo que irá ler a sua impressão digital, substituindo a senha em situações como o momento de comprar um aplicativo na App Store ou destravar o telefone. Fica a esperança que ele ganhe mais utilidades com o tempo, como integração com as senhas no iCloud, por exemplo.

Processador A7

O chip terá 64 bits, algo que nunca havia acontecido com smartphones até hoje. Ele será basicamente 2x mais potente do que o último iPhone (e 40x mais potente do que o primeiro iPhone) e irá gerenciar melhor a energia, o que é uma boa notícia pra quem nunca esteve satisfeito com a bateria. O iOS 7 irá rodar tanto apps de 32 bits quanto apps de 64 bits.


Co-processador M7

Aliado ao processador A7, ele ajudará a medir dados constantemente, além de integrar o giroscópio, acelerômetro e bússola. A expectativa é que ele abra novas possibilidades para a medição de atividades físicas.


Bateria

Esse será um assunto discutido eternamente. Com as novas possibilidades e um processador mais potente, mais bateria é necessária. Por isso, apesar da bateria ter sido melhorada, na prática ela irá durar o mesmo que a bateria do iPhone 5 dura. Serão 10 horas de conversa, 8 horas de navegação 3G, 10 horas de navegação LTE, 10 horas de WiFi, 10 horas de vídeo, 40 horas de música e 250 horas em stand-by.


Tecnologia 4G

Ao que tudo indica, o iPhone 5S, quando lançado no Brasil, finalmente será compatível com a rede 4G brasileira. Isso porque alguns países já passarão a vender aparelhos compatíveis com a faixa 7 (2.600), como a brasileira.


Câmeras e Flash

O flash agora é composto de 2 LEDs (um para luz fria e outro para luz quente), o que resultará em fotos mais naturais. A nova câmera traseira tem abertura de F2.2, é composta de 5 partes e o sensor de luz tem 15% mais área de captação. O novo sistema de interpretação de fotos é bastante completo, e irá combinar diversas fotos tiradas ao mesmo tempo para proporcionar imagens com cores mais vivas e reais.



Há um novo modo de fotografar em seqüência, que tira 10 fotos no intervalo de 1 segundo. A velocidade de captura de frames por segundo em vídeos passou de 30 para 120 (em 720p), o que irá proporcionar a possibilidade de fazer belos vídeos em câmera lenta.
Fotos capturadas em formato de Panorama terão 28 megapixels e terão uma nova maneira de equilibrar a luz conforme você mexe a câmera.

Cores

Pela primeira vez desde seu lançamento em 2007, o aparelho terá algumas opções de cores. Os usuários poderão escolher entre cinza, dourado e preto.


Lançamento


O aparelho chega às lojas americanas e de mais 8 países (Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Japão, Singapura e Reino Unido em 20 de Setembro. Até o final do ano ele estará disponível em 100 territórios pelo mundo.
Como já estamos acostumados, não existe uma data certa para o lançamento no Brasil. Ele deve ocorrer próximo do final do ano, e é provável que a Apple aproveite para unir o evento de lançamento do iPhone 5S com a inauguração da loja no Village Mall no Rio de Janeiro.

Preço

Nos EUA ele sai por U$199 no modelo de 16GB, U$299 pro modelo de 32GB e U$399 pro modelo de 64GB num contrato de dois anos com as operadoras. Os aparelhos desbloqueados custarão U$649,U$749 e U$849 respectivamente.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Substituindo o iPhone 5, Apple lança iPhone 5C

Além do anúncio do iPhone 5S, a Apple anunciou durante seu evento de hoje o iPhone 5C. O Eles são coloridos, de plástico, e basicamente substituirão o iPhone 5 que já conhecemos. As especificações são basicamente as mesmas do iPhone 5, que deixará de ser comercializado. Detalhamos para você as especificações do aparelho.

Processador A6

Com já vinha sendo especulado, o processador é o A6, mesmo processador do iPhone 5. Apesar de alguns acharem que é pouco, ele continua sendo um dos processadores mais rápidos e potentes entre o mercado de smartphones, e não deixará a desejar no quesito de performance.

Tela Retina

A tela terá as mesmas dimensões da tela do iPhone 5, e ao contrário do que alguns acreditavam, ela será Retina.

Câmeras e Flash

As duas câmeras são as mesmas do iPhone 5, com 8 megapixels para a câmera traseira iSight, e a promessa de melhorias na iluminação.

Cores

Ele será vendido nas cores verde, branca, azul, rosa e amarela. A frente continua sendo preta para todos os modelos. Eles também anunciaram cases coloridos de silicone que poderão ser comprados separadamente.

Preço

Nos Estados Unidos eles custarão U$99 para o modelo de 16GB e U$199 para o modelo de 32GB, num plano de 2 anos com uma operadora. Já os aparelhos sem contrato custarão U$549 e U$649. As capas de silicone coloridas custarão U$29 cada.

Lançamento

Assim como no caso do iPhone 5S, ele começará a ser vendido nos EUA a partir de 20 de Setembro. Ainda não há informações sobre o lançamento do aparelho por aqui.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Conheça o Novo e Reformulado IOS 7

           "O Sistema móvel de uma perspectiva totalmente nova"

iOS 7 foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira (10), durante a WWDC 2013, feira anual de desenvolvedores da Apple. A Apple não economizou nas novidades do novo sistema, apresentando “a maior mudança para o iOS desde o primeiro iPhone", segundo o próprio Tim Cook. Além de um design remodelado, o sistema conta com novos recursos e melhor desempenho.
iOS 7 teve seus ícones e tela inicial redesenhado

Um vídeo apresentou o novo sistema operacional móvel da Apple. Foi possível perceber, logo de cara, o quão mais “clean” está a interface. A nova tela de bloqueio não tem mais botão e parece mais agradável. Além disso, os ícones e a interface dos programas foram redesenhados.“Instalar o iOS 7 no seu iPhone, é como ganhar um smartphone completamente novo”, afirmou Craig Federighi, que também já havia demonstrado as novidades do Mac OS Mavericks e foi o responsável por tocar a palestra do iOS 7 após o vídeo introdutório.   
                                           
Visualmente, as mudanças foram grandes – e parecem ter agradado. Há novos efeitos translúcios sob o teclado, que agora é mais claro, o efeito paralaxe na visualização de conteúdo, uma tipografia agradável, mais animações bem feitas, alterações na barra de notificações. As modificações foram apresentadas no palco do evento uma a uma, com muitas imagens passando nos telões.

Novidades em visual e funcionalidades

Um layout moderno, arrojado e elegante foi implantado no iOS 7. As principais mudanças visuais foram nos apps de previsão do tempo, calendário e e-mail, além do novo Game Center. Todos seguem o mesmo conceito de tornar o visual clean: mais branco e claro, substituindo os tons de preto e cinza escuro.
Além disso, foram apresentadas mudanças em funcionalidades. Uma delas é o Control Center, ou centro de controle, onde é possível realizar rápidos ajustes de configuração somente com gesto de cima para baixo na tela principal do smartphone (em uma interface semelhante ao Android). O navegador Safari também ganhou alterações visuais, novo sistema de abas e listagem de favoritos em destaque, além de modo tela cheia.
Control Center, a central do iOS 7 
A relação do iOS com as fotos também mudou. Além de um novo layout no app de fotos, seguindo o padrão do resto, as imagens agora são tratadas como “momentos” e podem ser divididas por ano, localização ou grupos de amigos. Há organizações variadas e com isso, o usuário tem uma espécie de linha do tempo do que viveu, bem arrumadinha, em seu dispositivo móvel. Aplicações de filtros e compartilhamento também estão presentes.
Uma das maiores novidades do evento, porém, ficou por conta do iTunes Radio. O serviço de streaming de músicas, disponibilizado primeiro para usuários dos EUA depois para o resto do mundo. Ele será embutido no player e terá duas versões: gratuita, mas com anúncios, e paga, sem anúncios e com outros recursos, como modo offline.
iOS 7 tem novos recursos e interface de aplicativos remodelada 
Recursos aprimorados, Siri mais inteligente e alfinetada no NFC
A demonstração do AirDrop, recurso de compartilhamento do iOS 7 para iPhone 5, iPad 4 ou iPad Mini foi praticamente um "quem precisa de NFC?". A nova função possibilita compartilhar arquivos com várias pessoas bastando um toque nos ícones dos seus contatos. “Não é preciso ficar andando pela sala encostando em celular por celular”, disse Federighi cutucando o NFC.
O Siri do iOS 7 também foi destacado no evento, com novas funcionalidades, mais comandos e o suporte a novos idiomas (não foi mencionado nada sobre o português). Além disso, foi lançado o recurso para carros "iOS in the car". Alguns modelos de automóveis serão fabricados com integração ao sistema da Apple, possibilitando o uso do Siri na estrada sem usar as mãos.
Outra novidade bem interessante é o recurso multitarefas do novo iOS. Agora, é possível passear por miniaturas de todos os programas abertos em uma interface bem semelhante à do Android: é só arrastar a janelinha para cima que o programa é fechado.
O novo sistema operacional da Apple ainda contará com um novo aplicativo de músicas, atualizações automáticas na App Store, um FaceTime de áudio, um sincronizador de notificações entre aparelhos iOS e um bloqueador de ligações e mensagens. Outra novidade é a aba de notificações, que foi reestruturada.

Lançamento e compatibilidade: afinal, vale a pena atualizar?
Uma versão beta do iOS 7 estará disponível já nesta segunda para usuários do iPhone e em breve para o iPad. O novo sistema será compatível com os modelos de iPhone 4, 4S e 5, iPad 2, 3 e 4, iPad mini e iPod Touch a partir da quinta geração – além, é claro, dos novos iDevices que ainda virão por aí em 2013. A data de lançamento da versão final do update está prevista para o outono norte-americano (primavera no Brasil).
No geral, o iOS 7, como a própria Apple vem dizendo, transforma seu iPhone em um aparelho totalmente diferente. Se isso é bom ou ruim, a opinião vai ser individual. Por isso, antes de fazer o update, veja bem as fotos, compare as interfaces e perceba as modificações. Caso elas lhe agradem, certamente vale a pena instalar a versão nova, pois, além do visual arrojado, ela traz ainda novos recursos bem interessantes.
Em termos de performance, pelo que foi demonstrado na conferência, o iOS 7 também supera o seu antecessor. E a Apple destacou que as novidades não farão com que o consumo de bateria do iPhone aumente (o que é sempre uma preocupação do usuário dos smartphones da empresa).

terça-feira, 30 de abril de 2013

Dica: como configurar uma conta do Google sem Exchange no iPhone ou iPad

O Google abandonou o suporte ao protocolo Exchange ActiveSync e com isso, novos usuários terão que configurar o Gmail de forma diferente no iOS. Veja como fazer.

                                                               
Entendendo o caso

No final de 2012, o Google anunciou que deixou de dar suporte ao protocolo Microsoft Exchange ActiveSync, substituindo-o pelas tecnologias CallDAV, IMAP e CardDAV.
Esta briga entre Microsoft e Google acabou respingando nos usuários de iOS, pois era justamente o ActiveSync que permitia as notificações push em emails do Gmail, que avisa da chegada de um email assim que ele chega na sua caixa de entrada. Felizmente, o iOS suporta normalmente os protocolos abertos adotados pelo Google e é justamente uma questão de mudança de configuração.
Configurando o Gmail no iPhone, iPod ou iPad
Se você tinha já configurado o Exchange antes da mudança, não deve ter notado diferença, pois o serviço continuará ativo para antigos usuários. Porém, quem está trocando de aparelho não está mais conseguindo configurar sua conta do Google pelo Exchange no novo dispositivo.
Com a nova configuração, o aplicativo Mail só avisará da chegada de uma mensagem no intervalo de 15 minutos, utilizando o padrão do sistema. Quem usa o aplicativo independente Gmail continuará recebendo notificações instantâneas sem precisar do ActiveSync., mas como o iOS ainda não tem uma maneira de escolher o cliente de email padrão diferente do Mail, você terá que configurar sua conta também no sistema normal.

Veja duas maneiras de conectar os emails, calendários e contatos da sua conta do Google no iOS.

1. Pagando por uma conta Google Apps Business
O Google continuará oferecendo suporte ao Exchange através de seu serviço Google Apps Business, que é pago (mais detalhes aqui). Então, quem necessita muito manter o Exchange em sua conta do Google, esta é a única maneira no momento.

2. Configurando o email, calendários e contatos, sem ActiveSync
Para configurar os serviços do Google no iPhone, iPod ou iPad, siga os passos:

∙•➤ Para sincronizar emails e calendários do Google
Passo 1: 
Abra os Ajustes e vá até o menu Mail, Contatos, Calendários e toque em Adicionar Conta. Selecione “Gmail” e preencha seus dados de login na conta do Google.



Passo 2: Selecione as opções “Mail” e “Calendários“, para sincronizar a sua conta com o iOS. Com isso, você receberá seus emails no aplicativo nativo Mail e verá seus calendários no aplicativo nativo Calendário. Como opção, desative a opção “Arquivar Mensagens” se você quiser que ele apague as mensagens e não apenas as arquive.


∙•➤ Para sincronizar os contatos do Google
Passo 1: Caso você tenha contatos no Google e queira sincronizá-los com o iPhone ou iPad, você terá que adicionar uma configuração extra. Vá em Ajustes, no menu Mail, Contatos, Calendários e toque em Adicionar Conta. Selecione “Outra“.


Passo 2: Selecione Adicionar Conta CardDAV e preencha seus dados, conforme o exemplo:
Servidor: digite “google.com.br”.
Nome de usuário: digite sua Conta do Google completa ou o endereço de e-mail do Google Apps.
Senha: a senha de sua Conta do Google ou do Google Apps. (Se tiver ativado a verificação em duas etapas, você poderá gerar e inserir uma senha específica do aplicativo.)
Descrição: digite uma descrição da conta (por exemplo, “contatos do Google”).
A partir daí, seu iPhone ou iPad sincronizarão os contatos do Google.
Com estas configurações, você terá o email, os calendários e os contatos do Google no seu iPhone, iPod touch ou iPad. Lembrando que você não é obrigado a habilitar os três, se não quiser, podendo optar somente pelo email, calendário ou contatos.

Att. Equipe Universal Celulares

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

iPad mini é revelado ao mundo


Mais uma vez, a Apple não conseguiu segurar os vazamentos de informação antes de lançar um grande produto. O tão falado iPad mini, que desde junho é mostrado em maquetes e protótipos, agora é uma realidade confirmada. A equipe de Tim Cook apresentou o novo produto no evento de hoje.
Imagine um iPad 2, mas em tamanho menor. Este é o iPad mini, com a mesma resolução de tela do antigo tablet: 1024×768. Porém, bem mais leve (metade do peso) e mais fino. A bateria, com a mesma duração de 10h.
Ele pesa apenas 308g, menos da metade do iPad. Ele também é mais fino em 23%, medindo 7,2mm de espessura.
Disponível em duas cores: branco, com traseira em alumínio cinza fosco, e preto, com traseira também em alumínio, escuro grafite.
Ainda não sabemos se esta diminuição de tela sem adaptação do sistema não dificultará o manuseio dos aplicativos. No vídeo da Apple, o GarageBand é mostrado com o teclado bem menor no mini iPad. Usaram também uma mão menor para dar o exemplo.


Ele possui o chip A5 do iPad 2 (criado em 2011), o que poderá fazê-lo ficar ultrapassado mais rapidamente. Afinal, se o iPad de segunda geração desaparecer no ano que vem com o iOS 7, como ficarão os aplicativos para este novo mini? Será que a Apple garantirá suporte por mais alguns anos? A lógica seria sim, mas…
O que melhora no aparelho em relação ao modelo antigo é a câmera frontal FaceTime HD, que faz vídeos em 720p, além da câmera traseira que tira fotos de 5MP e faz vídeos HD de 1080p. Para quem gosta de tirar fotos com tablets, é uma ótima opção.
O preço, nos Estados Unidos, será de US$329 na versão Wi-Fi e estará disponível a partir do dia 2 de novembro. Duas semanas mais tarde, a Apple também disponibilizará a versão 3G/LTE, US$459. O valor é maior que a concorrência, mas a Apple garante que a qualidade é muito maior, principalmente da tela e do sistema.
Ainda não há previsão de início das vendas no Brasil, mas há chances de chegar antes do natal.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Curiosidade: Seu Smartphone pode ajudar nas eleições

A massificação da informação com a internet e as redes sociais fez também com que a população aumentasse a fiscalização sobre os políticos e também a manifestação de sua insatisfação com eles, principalmente em ano eleitoral. E para poder conhecer melhor os candidatos e suas carreiras políticas, o eleitor ganhou um grande aliado. É o aplicativo  “Voto Consciente”, lançado este mês e que está disponível para proprietários de iPhone e Android.

O aplicativo foi desenvolvido pela empresa Tipis Mobile, de Londrina, no Paraná. O “Voto Consciente” é um banco de dados com base no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que permite o acesso ao perfil dos políticos do Brasil candidatos às eleições de 2012. 
São 440 mil perfis cadastrados de candidatos de todas as cidades brasileiras. Nos principais municípios, o eleitor também poderá visualizar pontos positivos e negativos do currículo político de cada um dos pretendentes ao posto de chefe do Executivo. Vale lembrar que estas informações são baseadas em matérias jornalísticas de veículos de comunicação conceituados e são acompanhadas dos respectivos links para leitura.
“É um sistema rápido e prático de buscas por estado e cidade, que ajuda o eleitor a selecionar seus políticos favoritos e montar uma espécie de ‘cola digital’, para facilitar a memorização dos candidatos escolhidos no dia da votação”, explica o diretor de projetos da Tipis Mobile, Jetter Netto Canhada.
O “Voto Consciente” está disponível gratuitamente na App Store e Google Play.
O site do produto é o www.votoconsciente.mobi . Já os links para download são http://itunes.apple.com e https://play.google.com.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Novidade: Samsung Galaxy Note 2


A Samsung apresentou oficialmente o Galaxy Note 2 na última quarta-feira (29), durante a sua conferência na IFA 2012, em Berlim. No evento, o presidente da divisão mobile da gigante sul-coreana, JK Shin, afirmou que o aparelho é “mais poderoso que o Galaxy S3”. Mas será verdade? Passada a empolgação da chegada do novo foblet, vamos analisar suas especificações e compará-lo ao seu antecessor e também ao seu irmão menor, o Galaxy S3.
Hardware
O diferencial da linha Note continua sendo sua tela, que nesta nova versão cresceu para 5,5 polegadas. O original possui 5,3 polegadas, enquanto o Galaxy S3 tem 4,8. O display utiliza a mesma tecnologia dos seus irmãos mais velhos, a Super Amoled HD com 720p de resolução, porém com densidade de pixels menor: 267 ppi. O Note original possui 285 ppi e o S3 306 ppi. Isso, no entanto, praticamente não faz diferença a olho nu.
Embate entre os três mais poderosos da Samsung: Galaxy Note, Galaxy Note 2 e Galaxy S3
O processador sofreu um upgrade em relação ao modelo original, que utiliza o Exynos dual-core de 1,4 Ghz. O novo Galaxy Note recebeu o mesmo processador Exynos quad-core do S3, porém operando a 1,6 Ghz, contra 1,4 Ghz do irmão menor. A memória RAM também foi aumentada, passando para 2 GB no Note 2. O primeiro Note e o S3 possuem 1 GB cada.
Já a capacidade de armazenamento interno aumentou para 64 GB no Note 2, quando o aparelho original tinha o limite de 32 GB. O foblet agora também será vendido em três versões, tal como o S3: 16, 32 e 64 GB. O suporte a memory cards microSD foi outro item no qual o Note 2 se igualou ao S3 e superou o original. Agora o smartphone trabalha com cartões de até 64 GB, contra 32 GB do antecessor.
Galaxy Note 2 tem transmissão de dados a 41.1
Mbit/s
No quesito velocidade de transmissão de dados (HSPA +), o Note 2 dobrou a capacidade quando comparado ao S3 e ao Note 1. O novo aparelho agora consegue trabalhar a 42.2 Mbits/s, contra 21.1 Mbit/s dos modelos anteriores.
Todas estas melhorias, no entanto, demandam uma quantidade de energia maior. Mas a Samsung não deixou por menos, e implantou uma bateria de 3100 mAh. Para efeitos comparativos, é o dobro da capacidade da bateria do iPhone 4S. Quando comparado aos irmãos mais velhos, o aumento também foi significativo: o S3 e o Note possuem baterias de 2100 e 2500 mAh, respectivamente.
Mesmo com todas estas melhorias no seu hardware, o Note 2 conseguiu uma redução na sua espessura, passando para 9,4 milímetros. Um ganho de 0,3 quando comparado ao seu antecessor, que possui 9,7 milímetros. Porém, ele continua mais “gordinho” que o Galaxy S3 e seus elegantes 8,6 milímetros de espessura.
Além disso, enquanto o design do Galaxy Note original teve como base o Galaxy S2, o novo Note é baseado no S3, com linhas mais finas, arredondadas e delicadas. As cores também são diferentes, e o aparelho estará disponível nos tons branco e cinza.
Caneta S Pen
A caneta S Pen também passou por modificações. Está maior e mais fina comparada com a original. A caneta tátil agora possui 1024 níveis de sensibilidade ao toque, um aumento monstruoso se comparado aos meros 256 níveis da original. Porém as maiores modificações estão no software.
A interação com a caneta ganhou diversas melhorias, com destaque para o Air View e o Popup Note. O Air View exibe uma pequena janela de pré-visualização das pastas ao aproximar a caneta do display, e isto ocorre para aplicativos como galeria de fotos, vídeos ou e-mails. Já o Popup Note possibilita ao usuário criar notas escritas durante a execução de um aplicativo, uma ligação ou um vídeo, sem precisar fechá-lo.
A caneta S Pen do Galaxy Note 2 possui novos recursos 
Software
Olhando como um todo, o Galaxy Note 2 é uma melhoria agradável em comparação com o primeiro Note, pois a Samsung reconstruiu quase todos os elementos do dispositivo. Além do fato de que ele sairá de fábrica com o Android 4.1 Jelly Bean e com a nova interface TouchWiz UX.
Mas as mudanças não se resumem somente à nova versão do sistema operacional. Novos recursos direcionados a execução de multi-tarefas foram implementados. Estão lá também o assistente virtual S Voice - o "Siri da Samsung" - e o Smart Stay, que detecta a presença do usuário e ativa ou desativa a tela automaticamente. Além disso, a caneta S Pen agora é capaz de um novo gesto chamado Comando Rápido, que possibilita ativar com maior praticidade os apps usados ​​com maior frequência.
Super Amoled HD está presente nos três modelos: Galaxy Note, Note 2 e S3 
O Galaxy Note 2 é efetivamente mais poderoso do que o Galaxy S3, porém seu tamanho não é considerado prático para ser usado como celular, o que pode ser considerado um grande ponto fraco. Além disso, como o aparelho pertece ao segmento dos foblets - híbrido de tablet com smartphone -, a comparação entre os dois novos modelos da Samsung é de certa forma injusta. Em linhas gerais, o Galaxy S3 continua sendo "o melhor smartphone do mundo", e o Note 2, ao que parece, deve se tornar o "melhor tablet-smartphone".